Home / Destaque / Caça F-35I ‘Adir’ de Israel iniciará operações completas em dezembro

Caça F-35I ‘Adir’ de Israel iniciará operações completas em dezembro

Israel f1

O avião F-35 “Adir” de Israel está se preparando para se tornar plenamente operacional na Força Aérea do país (IAF) no próximo mês, em um esforço para impedir o Hezbollah no Líbano e proxies apoiados pelo Irã na Síria, de acordo com um relatório publicado em 29 de outubro.

O nome hebraico Adir se traduz como “poderoso” ou “grande”, de acordo com o Times of Israel. Sob um acordo especial entre Washington e Tel Aviv, a Força Aérea de Israel é a única força militar do mundo autorizada a modificar o F-35, em parte porque as duas nações compartilham muita tecnologia com a outra, e também porque Israel está aparentemente preparando-se para a guerra a qualquer momento.

O F-35I israelense é “uma máquina de coleta de inteligência único” como resultado das habilidades secretas que vão além das capacidades dos F-15 e F-16s da IAF, de acordo com um relatório do Begin-Sadat Center for Strategic Studies.

O caro avião de combate pode “evadir-se de vários sistemas de radar inimigos instalados na arena do norte” e está preparado para “desempenhar um papel fundamental na busca de Israel em impedir o Irã e seus proxies de criar um posto avançado militar ameaçador na Síria”, diz o relatório.

O F-35I também é “adequado para a missão atacar seletivamente o programa de tráfico de armas iraniano-Hezbollah em andamento”, acrescenta o relatório.

No que diz respeito às modificações específicas de Israel, em 2016, a Israel Aerospace Industries anunciou que acrescentaria um conjunto de comando e controle, além da programação básica dos jatos. A baía de armas também será exclusiva do F-35I para se adequar às munições guiadas de precisão israelense e mísseis de cruzeiro de longo alcance.

Israel atribuiu fundos para a compra de 50 caças F-35 até o momento. Desde 16 de setembro, a Lockheed entregou sete dos jatos à IDF.

Os militares farão uma análise de alternativas antes de comprar mais aeronaves F-35. A IAF inicialmente planejava comprar 75 ou 100 unidades, mas “com todas as limitações existentes” que o F-35 apresenta, “não podemos ignorar a necessidade de avaliar meticulosamente a face do futuro, especialmente no que diz respeito às plataformas de combate aéreo, que são tão caras, críticas e sujeitas a tecnologias em rápida mudança”, de acordo com um relatório de 25 de setembro do Knesset Foreign Affairs and Defense Committee.

Com informações sputniknews.com

Veja Também

medicamentos

Conheça 5 Medicamentos que Podem Esgotar Nutrientes Essenciais

Medicamentos prescritos e muitas drogas de venda livre (medicamentos que podem ser comprados sem receita) ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>